sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Desde que seja verdade.

Não sei muita coisa do que quero pra minha vida. E nem tenho essa pretensão. Mas sei isto: quero tudo intenso. Tudo agora. Tudo pra já. Minha vida já está acontecendo e eu não tenho mais tempo a perder com sorrisos amarelos. Com abraços frouxos. Com bocas aleatórias. Com noites sem dias seguintes. Com pessoas que não se dão. Quero viver tudo intensamente. Até a última gota. Correr o risco. Me atirar. E sentir o coração bater forte. Sair pela boca. Me engolir. Ter aquela sensação de não estar cabendo no próprio corpo (mais alguém aqui já sentiu isso?). Quero ser arrebatada. Não conseguir dormir à noite. Acordar com olheiras e estar linda mesmo assim. Quero rir de mim mesma. Rir sozinha no meio da rua. Sair descabelada. Quero andar cantando. E fazer poesia em dia de chuva. Quero cair da escada com as pernas pra cima. Quero um dia. Uma hora. Um minuto. Desde que seja de verdade.

[Brena Braz.]

4 comentários:

catrak disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elano Sudário disse...

Isso é uma poesia sem verso!
Tuas motivações são legítimas,agora estejas ciente que nadar contra a maré não é fácil.

Livia Queiroz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Livia Queiroz disse...

Isso é um ABSURDO!

UM ABSURDO FANTASTICO...

Eu quero isso também...
Na verdade eu quero é voltar no tempo e pegar tudo isso de volta, pegar pra mim essa epoca de uns tempos atras em que eu era feliz e ponto final.
Quero também, essa felicidade louca que chega a ser patética... Mas que ainda sim explode por dentro.


Adorei o blog...

http://queiroz19.blogspot.com

Postar um comentário